Bem Vindos

Gosto de gente com a cabeça no lugar,
De conteúdo interno,
Idealismo nos olhos e dois pés no chão da realidade.
Gosto de gente que ri, Chora, se emociona com uma simples carta, Um telefonema, uma canção suave, um bom filme, Um bom livro, um gesto de carinho, um abraço, um afago.
Gente que ama e curte saudades, gosta de amigos, Cultiva flores, ama animais. Admira paisagens, poeira; E escuta.
Gente que tem tempo para sorrir bondade, Semear perdão, repartir ternuras, Compartilhar vivências e dar espaço para as emoções dentro de si, Emoções que fluem naturalmente de dentro de seu ser!
Gente que gosta de fazer as coisas que gosta, Sem fugir de compromissos difíceis e inadiáveis, Por mais desgastantes que sejam.
Gente que colhe, orienta, se entende, aconselha, Busca a verdade e quer sempre aprender, Mesmo que seja de uma criança, de um pobre, de um analfabeto.
Gente de coração desarmado, sem ódio e preconceitos baratos. Com muito AMOR dentro de si.
Gente que erra e reconhece, cai e se levanta, Apanha e assimila os golpes, Tirando lições dos erros e fazendo retentora suas lágrimas e sofrimentos.
Gosto muito de gente assim..... E desconfio que é deste tipo de gente que DEUS também gosta!

quarta-feira, 15 de julho de 2009

Um dia de domingo


Eram exatamente quatro horas da tarde e la estava eu em Goiatuba Goiás indo para fazenda.Passando pela vila vi um monte de crianças brincando na rua com as famosas pipas e bolas.Logo que vi me lembrei da minha infância onde toda criança brincava na rua com seus vizinhos de Bete, pedir cantinho, pique pegue, pique esconde etc.
Me lembrei como era bom aquele tempo de criança onde não tinha que me preocupar com nada.Onde tinha um tempo enorme para brincar com meus vizinhos e minhas bonecas, passava horas e horas brincando na minha velha casa.
Aquela casa enorme onde dava para brincar de tudo que eu quisesse e assim foi, a criança foi crescendo e se tornando uma adolescente, foi trocando suas bonecas por maquiagem e seus vizinhos pela escola, onde agora não tem tempo pra brincar porque esta muito ocupada pensando no:como será seu futuro. Tendo que fazer uma escolha e essa escolha definirá seu futuro para sempre.
Mais mesmo assim aquela criança de antes é muito feliz e cheia de dúvidas.

4 comentários:

Priscila Montes disse...

aaain era tão legal brincar de bonecas e com os vizinhos do lado, da uma saudade! Aquela casa era tão grande que cabia tudo que a gente queria, saudade dela tambéem!
Beijooooooos, amo você increnquinha.

Arthur A. Melo. disse...

É saudades da infância...
bons tempos eram aqueles e nós não sabiamos.

F. Sanchez disse...

Sempre sentimos saudades dos velhos tempos, mas dentro de nós, há a velha criança ainda intacta! Bom final de semana.

Érika Viana disse...

valeu pelo comentario!!!
tb tô seguindo seu blog!

hoje novo post!
http://www.cabeloscomvidapropria.blogspot.com/